Armários sem puxadores?

No meu apê atual, os puxadores são daqueles embutidos, mas de alumínio. São ótimos... realmente não tenho nada que reclamar deles, mas ultimamente tenho visto alguns vídeos de armários sem puxadores... e simplesmente achei lindos! Eles não "cortam" os móveis, dando uma sensação de continuidade, fazendo com que o ambiente pareça maior.

Existem duas formas de fazer os armários sem puxador. Podem ser feitos com o puxador cava, em 45º ou com o pistão que abre as portas com um toque. Cada um com suas vantagens e desvantagens. Mas como é que cada um deles funciona?

Puxador Cava 45º

Este puxador é feito pelo marceneiro, cortando a bordinha da gaveta ou porta do armário em 45º. Depois, ele aplica uma fita na mesma cor do acabamento, assim como faz nas laterais das portas. Acho esse puxador interessante, porque não depende de mecanismos diferentes para funcionar, então a probabilidade de quebrar é menor. Porém, é preciso deixar um espacinho para os dedos encaixarem e puxar a porta ou gaveta

Puxador cava 45º

Segue abaixo uma pequena galeria com inspirações usando o o puxador cava. Veja como o ambiente fica mais leve do que usando puxadores de metal. Além de ter a vantagem de não enroscar na roupa de quem estiver passando pelo ambiente.





Fecho-toque

Nesse tipo de fecho, há um pistão que empurra a porta para abrir e trava a porta quando ela é fechada. Para abrir e fechar, basta empurrar a porta contra o móvel. Nesse tipo de fecho, as portas ficam quase invisíveis, já que não é necessário sequer espaço para os dedos, porém, como depende do mecanismo de pistão, pode necessitar uma maior manutenção.

Fecho-Toque

O fecho-toque é ótimo para locais em que você precisa do mínimo possível de recortes ou onde não há espaço para acessar um puxador cava. São perfeitos para fazer "armários invisíveis". Veja no vídeo abaixo como é interessante o funcionamento deste sistema:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cama Box: Saias

Piso Laminado

Planejados - O projeto